Comunidade de Oeiras

Bem vindo à Paróquia de Nossa Senhora da Purificação de Oeiras

Coral Stella Vitae abriu a festa dos 275 anos da Igreja de Oeiras

O Coral Stella Vitae abriu o ciclo festivo das comemorações do 275.º aniversário da dedicação do altar da Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Purificação de Oeiras, com um concerto na mesma Igreja Matriz, domingo, dia 27 de outubro.

Sob a direção do maestro Joaquim Gonçalves, tendo como organista Luís Cerqueira, e solistas Daniel dos Santos Paixão e Paulo Santos Costa, vibrantes vozes masculinas fizeram ouvir-se na harmonia da musicalidade das quinze peças que interpretaram.

Na primeira parte, atuando no transepto do templo, o Coral Stella Vitae apresentou um conjunto de temas do seu reportório, transportando a assistência aos primórdios do canto gregoriano, conduzindo-a depois por diferentes épocas da polifonia.

Esses caminhos foram desbravados por diversificado sortilégio dos temas: Gaudens gaudebo, Gregoriano; Adoro te devote, Lemos Peliz; O Sanctissima (Jubilate); Jesu Rex admirabilis, e O Domine Jesu Christe, Palestrina; Domine non sum dignus, e Ave Maria, Victoria; My Lord, what a mourning; Jubilee; Swing low, sweet chariot; e Nossa Senhora da Rosa, Manuel Luís, todos eles, simbolicamente, dir-se-ia constituíram preciosos meios de oração e louvor da assembleia, reconhecida pela graça e dom de Deus que são os 275 anos da sua igreja.

Na segunda parte do concerto, os coralistas tomaram lugar no coro alto do templo, junto ao magnífico órgão de tubos, e daí inebriaram a assembleia com as suas vozes de encantar, interpretando: Anima Christi, sanctifica me (I),- Franz Liszt; Tu es Petrus, Gabriel Fauré; Stabat Mater (I, VII e X), Desauges.

O Te Deum, de Pascal Piriou, ouvido de pé por toda a assistência, fechou com chave de ouro o magnífico concerto, na Igreja Matriz de Oeiras. Ali, em pouco mais de 90 minutos, por obra e graça do Coral Stella Vitae, transcendeu-se a cultura da arte musical, tornando-se beleza pura, e entre esse “trilho do belo” elevou-se para Deus o espírito dos crentes.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.